«

»

jun 10 2013

Imprimir Post

Brrrrr! Que frio!

brrrrr-que-frio-cronica-claudia-wasilewski

 

Pobres de nós que moramos em Curitiba. Será que é falta de assunto? Reclamações e mais reclamações sobre o clima. No inverno está frio. Normal. No verão está quente. Isto mesmo, está quente.
O inverno não é fácil no Paraná. Não preciso lembrar que por aqui a miséria é abaixo de zero. A vida fica difícil. Há quem diga que as mulheres ficam elegantes. Até 15 graus pode ser, com o termômetro perto de zero é impossível. Mentira deslavada.
Eu me sinto uma cebola. Com camadas, branca e redonda. Para quem tem aflição como eu com golas altas é desesperador. Cutucam, beliscam e mais pareço uma tartaruga esticando o pescoço. Aboli. Não fazem parte mais da minha vida. Fora a pele seca, corcunda, e com a mão no bolso, tem o lábio partido. Para tudo ficar em ordem o ritual no banheiro é cruel. Quase um aquecimento de maratona. Pulo e corridinhas para dar conta dos cremes. Não dá para craquelar. Quem não arrumou namorado no verão que fique esperta. No inverno as chances caem muito.
Pense em um striptease na geada. Então, vamos lá! Não escolha uma música muito lenta. Minha sugestão é algo progressivo. Para ir se esquentando mesmo. Que tal Kashimir do Led Zeppelin?
Entraram no clima? Frio, Led mode on e o show começa…
Tire a bota. O zipper engatou? Não tem problema. Sente e por favor não xingue. Respire fundo.
Tire com calma as meias de lã. Isto!
Agora o casacão. Jogue com cuidado porque é pesado e pode destruir o abajur.
Tente fazer uma dancinha para se esquentar um pouco. Vá com fé e enrole a blusa de lã para ficar pelo menos um pouco sensual.
Agora a calça. Rebole para não deixar grudar na meia-calça.
Hora da camiseta. Aproveite o Oh, oh, oh, oh. Oh, I been flying do Led e confira que não tem nada descosturado e que a meia-calça não está com o fio puxado. Tudo certo? Continue com a camiseta.
Vá firme com a meia-calça. Não se desequilibre PELOAMORDEDEUS. Qualquer coisa lembre-se da “boquinha da garrafa” e não caia.
Não trema. Falta pouco. A segunda pele, caso não entale no pescoço, sai fácil.
Mantenha o foco. Ainda tem a calcinha e soutien.
O que foi? Você está chorando? Ele dormiu? Não? Teve ataque de riso? Já sei! Não rolou, nem vai rolar!
Pois é, então não reclame do verão. Lembre-se do striptease degradante. Coloque o mínimo de roupa e vá tomar um sorvete, um chope e aproveite para ser feliz quando faz calor. Sozinha ou acompanhada.
Já que o inverno é inevitável, curta as manhãs de sol. O céu de Curitiba no inverno é fascinante. Que tal uma boa caminhada ao invés de se fechar em casa com o aquecedor?
Nem tudo é tão bom ou ruim. Procure sempre o melhor ângulo para ver a situação. O meu é que a primavera logo vai chegar.

Link permanente para este artigo: http://www.claudiawas.com.br/?p=5178

1 comentário

  1. pryscila

    Lembre-se do striptease degradante >>>> essa cena jamais sairá da minha mente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *